sexta-feira, 6 de março de 2009

Caindo...

. Eu tentei, juro que tentei. Anos e anos, sozinha, com o peso do mundo sobre os ombros. Ninguém me estendeu a mão, ninguém secou minhas lágrimas. Fui pressionada, amordaçada, torturada, presa, despedaçada. E agora estou caindo... E a luz se apagou, todas as portas se fecharam. Sozinha eu vim, sozinha eu vou. Sempre sozinha, mesmo sem sozinha estar. Dor e castigo; única companhia. Agora eu sei, sei que mesmo para uma menina má, o preço a se pagar é grande demais. Pesado demais. E agora estou caindo...
Perdoem-me, agüentei mais que o possível. Mesmo toda cortada, procurei costurar pequenos pedaços. Mesmo doente, procurei engolir todas as pílulas. Mesmo vazia, procurei uma luz. Mesmo sozinha, procurei não cair. Mesmo andando por caminho sem trilha, procurei não me perder. E fui juntando os pedregulhos. Mas estou caindo...
Estou caindo e ainda que tenha construído tudo que foi possível, não sou mais capaz. Não posso mais costumar, engolir, procurar, levantar, encontrar. Lutei com unhas e dentes e perdi. Tiraram-me minhas últimas armas. Vão me tirar a minha proteção. E sem chão, estou caindo. Sem ar, sinto-me asfixiada. Sem ossos, não posso ficar de pé. Sem amor, não posso viver.
Meu sangue ainda cai, meu ar ainda enche os pulmões, minha alma está morta e meu coração não encontra motivos para bater. A dor está me consumindo, me sufocando. Meu corpo grita por liberdade, meus sentidos gritam por sanidade. Tudo aponta para o mesmo caminho e já não posso mais. Perdi o ânimo, perdi a vontade, perdi a visão. De algum modo, perdi minha cabeça.
E ninguém pode entender, ninguém vai estender a mão. Não vai ficar tudo bem e palavras já não me servem mais. Sozinha estou, sozinha sempre estarei. Esta maldição será eterna. Não vou mais perder. Com o último gole, vou triunfar. Não preciso passar por isso, não quero, não posso. Não agüentarei. E vou sucumbir. Vou sucumbir, porque estou caindo...

Um comentário:

BloodFlowers Flores de §angue disse...

''Putz.. lindo texto..
triste porem bonito!! me sinto assim a maioria das vezes tmb.. tipo!! como se viver e estar morto.. nao fizesse diferença!! Interessante.. como vc comove a gente com o texto.. espero q continue escrevendo.. Bjo..'' CIANURETO